O novo ser que desconheço

Por baixo de uma carapaça tão dura e um sentimento frio, há a verdadeira alma que um dia conheci. Alguém que vi chorar tantas vezes e que abriu seu coração para mim. Procuro em seus verdes olhos, aquela pequena criança alegre que não me escondia nada. Aquela que sempre me confidenciava o quão profundo mergulhava … Continue lendo O novo ser que desconheço

Carta a quem um dia esteve

Talvez, algum dia, você não esteja mais aqui para este conto ler. Quando acontecer, tarde demais há de ser. Alguns litros de confiança e dois ombros para chorar, suficientes para tudo começar. Um pouco de desconfiança e o passado marcado em minhas costas, não puderam destruir minhas asas de esperança. Um parceiro, um sábio, um … Continue lendo Carta a quem um dia esteve

Bird set free

Era um bar como os de antigamente. Aquela iluminação amarelada e mais fraca, lustres antigos, velas bem distribuídas, um palco de madeira e um barman atrás do balcão. Todos se vestiam como antigamente. Sentados, comendo suas porções, riam e conversavam animadamente. A música era tranquila e o aroma remetia aos velhos tempos. Então, as luzes … Continue lendo Bird set free

Das mais belas rimas nasceu você

Quando eu era garoto, um vazio sentimento de nome solidão se apossou de mim. Sentia, de longe, um vento gelado batendo em meu peito assim. Meu coração me apertava e aos poucos matava o que me restava enfim. Parecia um sentimento inacabado, algo que já me fazia acostumado. Meus domingos, em minha cama deitado, apenas me … Continue lendo Das mais belas rimas nasceu você

If the World Didn’t Suck (We Would All Fall Off)

Quando eu tinha apenas dois anos,  meu pai, segurando-me em seus braços, olhou-me nos olhos e disse: "Você é capaz de dar seus próprios passos". Pôs-me no chão e a cena seguinte consistia em um lento caminhar de uma pequena criança numa pequena sala. Quando eu cresci, segurando minha mão, ele me disse: "Não pare … Continue lendo If the World Didn’t Suck (We Would All Fall Off)

Last Hope

Desistir... Palavra que ecoa tanto em minha cabeça. Obstáculos que me derrubam, fazem-me chegar até aqui. Estou chorando. Meu coração, despedaçado. Minha cabeça dói. Estou uma bagunça. Não vejo ninguém. Não vejo nada. Desistir? O destino me trouxe até aqui. Apenas um robô controlado por mãos alheias. Não almejo algo tão metódico. Pensei que, guiado, … Continue lendo Last Hope

Revolt

Reaja! Você é capaz de erguer a cabeça e seguir. Seja guerreiro. Você pode se rebelar. (...) "Reaja!". Essa frase me motivou a sair daquele chão frio, mesmo não sabendo de quem era. A liberdade estava próxima. Poucos passos e logo estaria longe dali. Mas não posso sair. Há uma guerra ali dentro. Devo ficar … Continue lendo Revolt