Guardo Nossa História em Silêncio

Mesmo que já se tenha passado algum tempo, eu não consigo te esquecer. Às vezes, vendo outras pessoas juntas felizes, imagino como seria se fôssemos nós ali, no lugar deles. Eu sei que já faz um tempo e sei que decidimos seguir em frente, mas este sentimento que guardo aqui dentro por você, dificilmente se irá com as ondas do mar

Tigerland

O que você faria se quisesse muito fugir de uma guerra, tivesse só uma oportunidade, mas, para isso, precisaria deixar para trás o seu melhor amigo que se encontra ferido num treinamento pesado pouco antes de ir para a verdadeira guerra, mesmo que ele tenha se alistado voluntariamente para ela? Embarque na história de Paxton e Bozz, dois grandes amigos que tinham propósitos diferentes no mesmo lugar.

Segurando suas mãos

Conto: O maior desejo deste jovem casal era ter uma vida juntos com 3 filhos, algo parecido a muitas novas famílias por aí. Infelizmente, nem tudo é como almejamos ter, algo pode retraçar nossas rotas e nos fazer seguir outros rumos, mesmo com o coração abalado. O que fazer quando o que você mais deseja toma um rumo totalmente oposto?

Jovens demais para este sentimento

Nunca houve razões para crer que algum dia O seu sorriso viesse de um sangue frio Busquei alguma chama por dentro desse peito Era tão sombrio e vazio. Já ouvi histórias de tantos amigos Quem viveram esse sentimento doentio Sempre assustados, limitados e sem tempo Nada era feito sem consentimento. Eu ria, eu me irritava … Continue lendo Jovens demais para este sentimento

Eu, a solidão e meu velho violão

Somente eu, a solidão e meu velho violão neste mundo. Meu ser abençoado caminha por estas terras procurando cada lágrima de sofrimento que cada pessoa por eu encontre carrega. A minha missão por aqui é um pouco diferente da sua. A minha missão é transformar cada uma destas lágrimas de tristeza em alegria. É transformar … Continue lendo Eu, a solidão e meu velho violão

A saideira

Hey, Priscila! Você por aqui nesse bar? Edu! Que surpresa agradável em ter sua presença. Igualmente. Estava com meus amigos naquela mesa mais distante, distraindo um pouco a cabeça. Se tivesse te visto antes teria te chamado para se sentar conosco. Tudo bem! Estou aqui com uma companhia de anos, meu amigo Martin. Tudo bem, Martin? … Continue lendo A saideira