Fogo a Queimar

Na varanda de casa, o luar me lança seu olhar. Já são quatro horas, o vento sopra e eu na mesma posição, sem da cadeira me levantar. Pensamentos gritando e meu silêncio que se perdeu, outra vez, nesta noite insone.